Archive for category Música

A paz que procuro…vem andar e voa…

Anúncios

,

Deixe um comentário

Trio Mediaeval

Hoje, na Igreja de São Pedro de Rates. Há música que tem o poder de ressuscitar uma alma perdida…

,

3 comentários

When the Saints Go Marching In

Oh, when the saints go marching in
Oh, when the saints go marching in
Lord, how I want to be in that number
When the saints go marching in
 
Oh, when the trumpet sounds its call
Oh, when the trumpet sounds its call
Lord, how I want to be in that number
When the trumpet sounds its call
 
Some say this world of trouble,
Is the only one we need,
But I’m waiting for that morning,
When the new world is revealed.

,

1 Comentário

O sonho da Minnie – Ballet da Luisa – Julho 2011

A idade não perdoa…a mãe meio cegueta esqueceu os óculos em casa e já ia confundindo a filha com outra bailarina… Oh vida!

, ,

2 comentários

FDS

Com votos de um fim de semana ‘carinhoso’…

,

2 comentários

Top +

Agora anda na moda as playlists e eu achei por bem me entreter fazendo a minha. A escolha das músicas não tem a ver propriamente com a qualidade das mesmas, mas com as fases marcantes que representaram em minha vida, infância, adolescência e vida adulta até aos dias de hoje. Há muitas outras de que gosto, mas não fazem parte da memória afectiva. Portanto, vou colocá-las numa ‘timeline’ que reflecte um bocadinho de cada momento…

1) Wanderlea – Pare o Casamento (Não, não sou assim tão velha, mas a minha mãe conta que eu era pequenina e cantava o refrão acompanhado dos respectivos gestos… achei bonitinho…)

2) Gilberto Gil – Eu só quero um xodó (Aí eu já entendia a música, acho que foi a primeira que decorei na minha vida, e sei até hoje!)

3) Ney Matogrosso – Homem com H (Ai Jesus, sei de cor até hoje. Adoro esse homem! Que show!)

4) Pixinguinha / Orlando Silva – Carinhoso (Uma das músicas mais bonitas do mundo…é, comecei cedo com o romantismo, por causa da novela…)

5) Gal Costa – Só louco (e a saga continua… o meu insensato coração a ver ‘O Casarão’…)

6) Celly Campelo – Estúpido Cupido (da mesma novela, santo Deus como eu gostava de dançar isso…)

7) Ronnie Cord – Biquini de Bolinha Amarelinho (não podia faltar né? eu era perseguida por causa dessa música…oh o bullying!)

8 ) As frenéticas – Dancing Days  (Gente do céu, era bom demais dançar isso…na nossa festa vale tudo…)

9) Roberta Flack/ Donny Hathaway – The Closer I Get To You (Dançar de rosto colado, outra das coisas boas que a gente ia descobrindo…essa descobri numa propaganda de cigarro, que no meu tempo dava mesmo na hora do Jornal das 8…)

10) Oswaldo Montenegro – Agonia (Muita gente entrou em agonia com essa música, mas em 1980 ou a gente via o festival MPB ou não tinha assunto na escola…)

11) Supertramp – The logical song (Entrando numa fase mais intelectual…graças ao ICBEU!)

12) Glenn Miller – In the mood (Depois que vi o filme, fiquei fã de tudo dele, String of Pearls e Pensylvania 6-5000 são outras do meu top)

13) Madonna – Like a Virgin (Muitas descobertas…)

14) Brian Ferry – Slave to love (Outro tipo de descobertas…e o filme…mas eu gosto dessa até hoje, acho que não tem coisa mais sensual…)

15) Guilherme Arantes – Um dia, um adeus (Não me batam, na altura fazia sentido…)

16) George Michael – Father figure (Eu juro que achava que ele era homem, até um cara chegar à minha beira numa loja e dizer que achava-o fantástico…desconfiei…)

17) Barbra Streisand – Papa can you hear me? (Sim, todos já sabem que eu adoro Barbra, e na difícil tarefa da escolha ficou esta, do filme Yentl, que hoje faz mais sentido do que nunca.)

18) Jacques Brel – Ne me quitte pas (Na minha fase francesa, essa letra sempre me causou confusão, mas não deixa de ser belíssima…)

19 ) Joe Dassin – Et si tu n’existais pas (Com os comprimentos da Aliança Francesa, simplesmente perfeita…)

20) Marisa Monte – Bem que se quis (Outras aprendizagens, outros rumos,outras civilizações, saindo do Brasil…fabulosa!)

21) Robert Palmer – Every kind of people (Simplesmente porque quando morava em Toulouse, antes de cada filme no cinema lá passava a publicidade…ficou para mim gravada como representante daquela época, daquele grupo…)

22 ) Pixinguinha/Marisa Monte – Rosa (Já do lado de cá do Atlântico )

23) Marisa Monte – Beija eu (Serviu de despertador durante algum tempo…)

24 ) Spice Girls – Wannabe (A Luisa dava pontapés na barriga toda vez que ouvia essa música…já queria dançar!)

25) Tom Jobim – Luiza (Por razões óbvias né…)

A partir daqui a timeline fica mais difusa…algumas músicas vêm e outras vão, outras voltam com força e outras desaparecem… dizia o livro ‘Sem Família’ que os felizes não têm história… e qual seria a sua música de eleição?

4 comentários

Recordar é viver – 14bis

Parece que foi ontem…

,

2 comentários